TRANSLATE/TRADUTOR

quinta-feira, junho 25, 2015

PODEM SOLTAR O MARCELO ODEBRECHT

Marcelo Odebrecht, o príncipe das empreiteiras, muito querido por Fidel e Raúl Castro e por Nicolás Maduro e sua corriola. Argh! (Foto do site de Veja)
A matéria que segue é do site de Veja. Refere-se ao tal bilhete de Marcelo Odebrecht, um dos empreiteiros grandalhões preso pela Lava Jato.
Lendo os argumentos da defesa do indigitado empreiteiro, chega-se à conclusão que ele é um santo. Fidel Castro e seu irmão Raúl provavelmente tem esta mesma impressão, principalmente pelo fato de que foram agraciados com o Porto de Mariel, construído pela Odebrecht com a grana do BNDES, sob o carimbo de “secreto” aplicado pelos “irmãos petralhas”.
O diabo é que as fabulosas 'despesas' dessa imundice, dessa roubalheira vergonhosa está sendo debitada na conta dos cidadãos brasileiros que ralam todos os dias para sustentar suas famílias.
Dizem que o Marcelo Odebrecht mandou destruir um e-mail. Os brasileiros de bem, honestos e trabalhadores estão loucos para destruir o PT, o Lula, a Dilma, o Zé Dirceu e demais escrotos responsáveis por toda essa pilhagem do erário.
Podem soltar o Marcelo Odebrecht. Na verdade ele já está preso, como o Lula e seus sequazes, já que não poderão nunca mais aparecer publicamente e passarão o resto de suas vidas se escondendo.
Aqui a narrativa dessa história rocambolesca. O que se constata do bilhete de Marcelo Odebrecht é que ele tem uma péssima caligrafia. Tudo isso é nojento, asqueroso e, sobretudo, diabólico. As mentiras campeiam e são reproduzidas à farta. Leiam:
Um bilhete redigido pelo empreiteiro Marcelo Odebrecht de dentro da carceragem da Polícia Federal em Curitiba (PR) chamou a atenção dos agentes que fazem a triagem das mensagens trocadas pelos presos e seus advogados. Num trecho do texto, de difícil interpretação, Odebrecht diz a seus defensores: "Destruir email sondas". A PF copiou o bilhete e reportou o caso ao juiz Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato. O episódio veio à tona nesta quarta-feira. Duas interpretações se contrapõem. Para os investigadores, o bilhete poderia representar uma ordem para a destruição de provas. Essa ordem seria motivo para que Odebrecht tivesse sua prisão estendida - pois seria uma tentativa de obstruir a investigação. Para os advogados do empresário, o uso de destruir era metafórico: Odebrecht apenas os orientava a desconstruir a acusação de ter superfaturado contratos com a Petrobras.
Em e-mails rastreados pelos agentes da Lava Jato, Odebrecht discutiu a contratação de navios-sonda e a possibilidade de "sobrepreço" de até 25.000 dólares por dia. Na versão da defesa do empreiteiro, considerada risível por policiais que atuam no caso, a palavra "sobrepreço" não seria superfaturamento, mas sim um termo técnico utilizado na conversa.
Os advogados Rodrigo Sanchez Rio e Dora Cavalcanti, que integram a banca de defesa dos executivos, não devolveram aos investigadores o bilhete original lido na carceragem. A PF deu prazo de 24 horas para a apresentação do manuscrito, mas não obteve retorno até agora.
A defesa de Marcelo argumenta que o verbo "destruir" seria uma "estratégia processual" - e não a aniquilação de eventuais provas. Também afirmam que o e-mail sobre navios-sonda já consta dos autos. "Há uma percepção de que a prisão de Marcelo não se sustenta. Houve uma interpretação torta e maldosa. Não faz sentido a polícia entregar à defesa um bilhete que poderia ser uma prova e também não faz sentido haver uma suposta ordem para destruir um e-mail já apreendido pelos policiais", disse a advogada Dora Cavalcanti.
Nesta terça, antes de o delegado Eduardo Mauat ter reportado o episódio ao juiz Sergio Moro, a defesa de Marcelo Odebrecht encaminhou ofício ao magistrado no qual diz que a mensagem manuscrita pelo executivo foi "maliciosamente interpretada como indício da prática de crime".
"As anotações não continham o mais remoto comando para que provas fossem destruídas e que, à toda evidência, a palavra destruir fora empregada no sentido de descontruir, rebater, infirmar a interpretação equivocada que foi feita sobre o conteúdo do e-mail", diz a defesa.
Para a Polícia Federal, não é a primeira vez que a Odebrecht tenta destruir provas da participação da empreiteira no propinoduto. Durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão na empresa em São Paulo, representantes da Braskem, o braço petroquímico da empresa, foram notificados para apresentarem arquivos de e-mails da do executivo Roberto Prisco Ramos. Os dados, contudo, não foram apresentados na íntegra.
Em nota, a Braskem informou que "está dentro do prazo legal, que se encerra na próxima sexta-feira, para o envio das informações solicitadas pela Polícia Federal". "Este é um procedimento trabalhoso e demorado, feito por uma empresa multinacional independente. Não há qualquer fato que justifique a acusação de destruição de provas", disse a empresa. Clique AQUI para ver os garranchos do grandalhão, do príncipe das empreiteiras 

10 comentários:

Anônimo disse...

veja isto!!!
Corrupção na EMBRAER investigada pelo FBI, na compra de aviões pelo governo argentino.
Reportagem da TV Argentina:
http://tn.com.ar/politica/informe-de-telenoche-sospechan-de-sobornos-en-la-compra-de-aviones_598577

Anônimo disse...

o mais espantoso de tudo é essa imprensa porca ainda reproduzir em tom serio essa declaração estapafúrdia desses adEvogados de que destruir quer dizer desconstruir....

fosse eu editor, sinceramente, me recusaria a veicular uma coisa dessas...

é assinar um atestado de idiota...

Anônimo disse...

Quando os filhotes do Dragão Vermelho do PT - seriam os componentes do exército comunista mundial de que fala o Ap 13, 14, a Besta ferida que voltou a vida - após a queda do muro de Berlim, mas recuperado, volta com uma cara diferente, tipo messianista, sem grandes confrontos, querendo se impor doutra maneira, via subversão geral, idiotizando o povo - deixando sem mencionar a INQUISIÇÃO COMUNISTA de quase 200 000 000 de mortos só no século XX!
Veja como são dissimulados ao falarem em público:
1 - DEMOCRACIA = Ditadura da democracia.
2 - AJUSTE FISCAL = arrocho no trabalhador mais pobre para depender do governo.
3 - Partido dos trabalhadores - Partidos dos Tributos contra os + pobres.
4 - Um país de todos - De todos os banqueiros e grandes empresas exploradoras dos + pobres e doadoras de propinas ao governo.
5 - Controle da inflação = Aumento da taxa de juros e redução do poder aquisitivo da população.
Confiram na net "A NOVILINGUA DO PT" para mais detalhes de seus embustes para discursarem ao povo; falam uma, mas quer dizer outra coisa!

TERMINATOR disse...

É um vagabundo sem vergonha mesmo. A diferença deste aí com outros bandidos é que ele já era rico, mas não pensou duas vezes para roubar/trapacear/corromper para ficar mais rico ainda no país da putaria. Bom, aqui não é nenhum Estados Unidos então quando vermos alguém ficar rico (principalmente de repente), fazer sucesso, começar a construir filiais, comprar frota de caminhões e veículos, começar a ¨ganhar¨ licitações de governos municipais, estaduais, federais, etc, etc e etc é bom ficarmos de olho porque ou ele esta roubando ou ganhou na loteria. KKKKKKKKKKKKKKK. Infelizmente não posso dar aqui alguns exemplos que vi de perto e estou vendo agora. Falando nisto, alô Polícia Federal, que tal dar umas voltinhas aqui no sul de Minas Gerais, heim!?

Anônimo disse...

A busca para apresentar os e-mail,deveria ser acompanhada pela policia ,e nao solitaria da Odebrecht.

Augusto disse...

LEI BRASILEIRA Há! Há! Há!
Ex-líder do MST é condenado a 31 anos de prisão por extorsão, estelionato e formação de quadrilha... Devido à concessão de um habeas corpus, o réu (O CRIMINOSO José Rainha) poderá apelar da sentença em liberdade.

PREVISÃO para NOVO JULGAMENTO e de DEZ ANOS.

Infelizmente essa e mais uma “condenação” que não vai dar em nada...

Anônimo disse...

Além de não devolverem o bilhete, conforme determinação dos agentes federais, a advogada avançou o sinal e usou a expressão 'maliciosamente', acusando a PF. Vai ser chamada para se explicar ou vai levar um tremendo puxão de orelhas do Juiz Moro.
Eu, se sou o Juiz Moro, digo a ela que as inventivas para 'destruir' é pura malícia ou acobertamento.
Preto no branco, a PF agiu corretamente ao desconfiar - pode e deve! - de um texto que continha algo suspeito. Suspeito! Ainda que possamos pensar que jamais alguém se incriminaria, como dizem alguns por aí. Experiência própria.
A advogada cometeu um erro grosseiro. Se quiserem, podem processar.

Cavalaria Ligeira

Anônimo disse...

"Os brasileiros de bem, honestos e trabalhadores estão loucos para destruir o PT, o Lula, a Dilma, o Zé Dirceu e demais escrotos responsáveis por toda essa pilhagem do erário" Sem mais comentários!

Anônimo disse...

A coisa parece assim: ou os brasileiros acabam com a desgraça do PT PT - 002, apenas no máximo 2, dois centésimos da população - ou os 98,0, noventa e oito por cento viram lacaios dessa minoria!
Foi o que sucedeu na praga Cuba: o povo de lá caiu na conversa de serem libertados do imperialismo americano e caíram sob a DITADURA DA DEMOCRACIA, aquela praticada pelos países comunistas, dando ideia como os enfermeiros/médicos são dominados e mantidos reféns para manterem a Corte Real dos burgueses da dinastia Castro!

Anônimo disse...

Eu também nunca acreditei em enriquecimento honesto no Brasil. peço desculpas se estou ferindo alguém que enriqueceu sem sacanagem nesse país.Mas o Brasil é um país mergulhado no esgoto da maracutaia. Gente que faz fortuna aqui é suspeito... muito suspeito.